Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Ação da Inspeção do Trabalho resgata família de venezuelanos em Rondônia

Cinco pessoas, incluindo uma criança, foram encontradas trabalhando em situação análoga à de escravos em uma fazenda de cultivo de maracujá

  • Publicado: Sexta, 12 de Junho de 2020, 17h24
  • Última atualização em Sexta, 12 de Junho de 2020, 17h26
  • Acessos: 2572

Ação fiscal da Inspeção do Trabalho em Rondônia resgatou uma família de venezuelanos que trabalhava e vivia em condições degradantes em Nova Mamoré, município de Rondônia. Com apoio da Polícia Federal e da Força Nacional de Segurança, a operação encontrou o grupo em uma fazenda de cultivo de maracujá.

Formada por quatro adultos, sendo uma gestante, e uma criança de 11 anos, a família morava na fazenda onde trabalhava. De acordo com os auditores fiscais presentes na ação, foi constatado trabalho infantil e insalubre para menor de 18 anos; não pagamento de salários desde janeiro; cobrança irregular de passagens, alimentação e moradia; falta de equipamentos e roupas adequadas para o manuseio de agrotóxicos; e falta de registro dos trabalhadores.

A família foi retirada do local e levada para um abrigo onde permanecerá até a regularização da situação. As vítimas devem receber, no total, R$ 45 mil em verbas salariais e rescisórias que devem ser pagas pelo empregador.

Dados do Radar do Trabalho Escravo da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho, órgão da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (Seprt-ME), de 1995 a 2019 foram resgatadas 921 pessoas em Rondônia. O painel traz os dados oficiais da política pública de combate ao trabalho escravo no país e pode ser acessado neste link.

As denúncias de trabalho análogo ao de escravo podem ser realizadas por qualquer cidadão pelo Sistema Ipê no endereço https://ipe.sit.trabalho.gov.br/.

registrado em:
Fim do conteúdo da página